08 Fevereiro 2017
De acordo com dados do Ibope (2010), há mais de 20 milhões de brasileiros na geração X – isto é, pessoas entre 30 e 45 anos. Eles são o maior grupo geracional no país, ganhando dos 17,6 milhões de 
baby boomers (aqueles com mais de 46) e os 15,3 milhões de brasileiros na geração Y (entre 20 e 29 anos), também conhecidos como millenials.
 

Recentemente, marqueteiros das indústrias de comidas e bebidas se focaram em vender para a geração Y, que tem um poder aquisitivo anual de aproximadamente US$ 1.3 trilhões. E, de maneira geral, estudos sugerem que os hábitos de consumo e comportamento das gerações X e Y são, na verdade, bem similares.

 

Aqui estão três estratégias simples para serem consideradas quando se espera vender para estes grupos:

  • Atenção aos detalhes

Essas duas gerações são sedentas por informações. Antes de comprar, eles querem aprender tudo o que puderem sobre o alimento ou bebida em questão. Então, é papel dos produtores saciarem essa sede por conhecimento com detalhes do produto nos rótulos e embalagens. Assim, os consumidores recebem a ajuda necessária para tomar suas decisões de compra.

  • Vontade de experimentar

Os consumidores X e Y estão ansiosos para experimentar coisas novas. Por exemplo, o aproveitamento de ganchos sazonais. Empresas de alimentos e bebidas deveriam considerar o lançamento de novos produtos, renovar os sabores e dar novas formas às embalagens existentes com a proposta de aguçar a curiosidade.

  • Surfar a onda online

Certamente há vantagens na compra em lojas físicas, mas a compra online tem crescido significativamente. Nos Estados Unidos, por exemplo, a expectativa era ultrapassar os 200 milhões de consumidores nesta categoria até o fim de 2015. As marcas devem ter em mente as ferramentas old school, como embalagens informativas e atraentes, sem deixar de lado o meio online e os displays exibidos nas lojas para seduzir os consumidores.

<< Voltar